Gestores escolares de Garopaba recebem formação em trabalho colaborativo entre municípios da Grande Florianópolis

Postada em 09.12.2019 ás 9:59

Diretoras na rádio Comunitária

Durante um encontro em 2015 entre os municípios da Grande Florianópilis surgiu a ideia de montar o Arranjos de Desenvolvimento da Educação (ADE), que tem como objetivo melhorar a educação. Na Grande Florianópolis, a união dos municípios tem feito a diferença. Por meio do projeto Gestores Escolares em Movimento (GEM), o ADE realizou, em 2019, 36 encontros, com cerca de 400 diretores de escolas e coordenadores de Educação das redes municipais dos 21 municípios que compõem o ADE Granfpolis, com apoio da Associação de Municípios da Grande Florianópolis e do Instituto Positivo.

De Garopaba, participaram dos encontros 19 diretores e 16 coordenadores de escola, além da equipe pedagógica da secretaria municipal de Educação. E, de acordo com a coordenadora de ensino, Rose, foram criados quatro metas para trabalhar durante esses anos de projeto. “Sentimos a necessidade de fortalecer os diretores e coordenadores nas escolas, fazer sempre mais”, explica.

“Eu representei os Ceis de Garopaba e não ouvimos coisas muito diferente do que a gente já faz nas Escolas, mas é nítido o quanto a gente pode trocar experiências e dificuldades. A gente consegue ter outra visão para aplicar bem os recursos dentro da Escola. Nosso maior objetivo é o aprendizado das crianças”, conta a diretora do CEI Garopaba.

Para a diretora da Escola Pinguirito, Carmem, os encontros fortaleceram principalmente a organização da Escola. “Demos uma boa estruturada. tiramos dúvidas sobre como admistrar as verbas que vem do governo Federal, por exemplo. Ele ajuda muito”, fala Carmem.

A interação entre os associados da Granfpolis permitiu a troca de experiência, a formação e muita interação entre os gestores escolares e coordenadores educacionais das redes municipais. As ações beneficiam mais de 64 mil estudantes da Educação básica e colaboram com o trabalho de cerca de 5,7 mil professores. Plano Político Pedagógico (PPP), mediação de conflito no ambiente escolar, prática pedagógica e avaliação foram os temas trabalhados nos encontros deste ano.

A secretária municipal de Educação de Garopaba, Maria Nadir Araújo Souza avalia como muito importante o projeto, pois vem ajudar os municípios a realizarem a formação de quem estava um pouco esquecido. “Nós precisamos de formação e atualização para todos os integrantes da Educação, mas os primeiros tinham que ser os gestores. O GEM fortalece e empodera os diretores e coordenadores pedagógicos. Eles são o braço da secretaria na escola e precisavam estar preparados e reestruturados, pois cabem a eles várias funções: trabalhar com as famílias, os alunos, os professores, a secretaria de Educação, além de pensar e realizar ações pedagógicas enfim, são muitas as atribuições”, destaca.

Nadir explica ainda que a Educação passa por um momento de grande transformação, principalmente na parte curricular e precisa de pessoas com conhecimento e empoderadas para serem gestoras. “Sentimos nossos profissionais mais preparados para exercer tal função. O trabalho colaborativo entre os diretores de diferentes municípios foi fundamental. Cada gestor sabe o quanto aprendeu com os outros”, finaliza.

Sobre os Arranjos de Desenvolvimento da Educação (ADEs)

Os arranjos são um modelo de trabalho em rede, no qual um grupo de municípios com proximidade geográfica e características sociais e educacionais semelhantes buscam trocar experiências, planejar e trabalhar em conjunto – e não mais isoladamente, somando esforços, recursos e competências para solucionar conjuntamente as dificuldades na área da educação. A proposta dos Arranjos foi homologada pelo MEC em 2011, e incluída como uma opção para o alcance das metas e das estratégias previstas no Plano Nacional de Educação, aprovado em 2014 (artigo 7º, parágrafo 7º).

O Brasil possui atualmente 14 ADEs, com 224 municípios trabalhando nesse modelo de colaboração, e alguns já conquistaram avanços consistentes que indicam que estão no caminho certo. Dedicado a estudar e a difundir a metodologia dos ADEs no Brasil, o Instituto Positivo é parceiro da Associação dos Municípios da Região da Grande Florianópolis (Granfpolis), em Santa Catarina, e, em uma articulação pioneira, lançaram em 2015 o primeiro ADE do Sul do país. Atualmente, os 21 secretários de educação da região e as suas equipes trabalham de forma conjunta, a fim de alcançar as 4 metas territoriais, definidas em comum acordo e que visam melhorar a qualidade do ensino no território.

Sobre o ADE Granfpolis

Atualmente, 21 secretários de educação da região e as suas equipes trabalham de forma conjunta, a fim de alcançar as quatro metas territoriais, definidas em comum acordo e que visam melhorar a qualidade do ensino no território. Fazem parte do ADE Granfpolis os municípios de: Águas Mornas, Alfredo Wagner, Angelina, Anitápolis, Antônio Carlos, Biguaçu, Canelinha, Florianópolis, Garopaba, Leoberto Leal, Major Gercino, Nova Trento, Palhoça, Paulo Lopes, Rancho Queimado, Santo Amaro da Imperatriz, São Bonifácio, São João Batista, São José, São Pedro de Alcântara e Tijucas.

Sobre o Programa Gestores Escolares em Movimento

Lançado oficialmente no dia 10 de setembro de 2018, em Florianópolis, o programa nasceu da identificação de uma demanda dos diretores escolares e compõe uma das metas do ADE. Trata-se de encontros periódicos para troca de experiências, reflexão, colaboração e integração do trabalho coletivo do ADE. A programação é 100% gratuita, sendo único custo para os municípios o deslocamento dos profissionais para os polos, definidos dependendo da demanda de cada microrregião.

 As atividades são desenvolvidas tanto por meio de encontros presenciais, como a distância. Os temas trabalhados em cada módulo respondem às demandas do dia a dia dos gestores e foram alicerçados nos Indicadores da Qualidade na Educação, propostos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP): Ambiente Educativo; Prática Pedagógica; Avaliação; Gestão Escolar Democrática; Formação e Condições de Trabalho dos Profissionais da Escola; Ambiente Físico Escolar; e Acesso, Permanência e Sucesso na Escola.

 

Redação por Carla Fogaça

Redes Sociais

Todos os direitos reservados © 2014
::::::::::::::::. Garopaba 98,3 FM .::::::::::::::::