Garopaba tem coleta seletivo do lixo

Postada em 28.10.2019 ás 11:43

Você sabia que existe a coleta seletiva de lixo em Garopaba? Através dessa matéria vamos explicar um pouco mais sobre como funciona o colhimento dos resíduos na nossa cidade

 

Foto Divulgação

A coleta seletiva é importante para a redução dos impactos ambientais. Quando separamos o lixo seco do molhado estamos colaborando para o consumo sustentável. O lixo quando descartado incorretamente pode causar problemas sérios para o meio ambiente como: formar focos de proliferação de mosquitos e de outras doenças, assim como a chuva pode levar o lixo para lagoas e mares.

Na sexta-feira, 25, durante o programa Garopaba FM News, tivemos uma conversa com a Júlia Juliano, integrante do Movimento Expansão. Na entrevista ela falou sobre várias práticas da economia regenerativa, citando a criação de composteira e sobre ações para diminuir a quantidade de lixo em Garopaba. Com isso, vimos que alguns ouvintes da rádio comunitária ainda tinham dúvidas sobre a coleta do lixo, imaginando que não precisa separar o orgânico do seco, pois se misturaria no caminhão.

A boa notícia, para quem não sabia, é que de acordo com o Diretor da Reciclagem e Limpeza Ambiental (Resamb), Joaquim da Silva Pacheco, todo o lixo coletado é separado na esteira da Resamb. Para obter o máximo de reaproveitamento na reciclagem do material a empresa conta com nove caminhões especialmente projetados para a coleta seletiva do lixo. No inverno a Resamb chega a reciclar 45% do lixo que vem das casas.

Segundo com Joaquim o caminhão que coleta o lixo nas residências não tritura os resíduos recolhidos, apenas empurra para dentro do caminhão e ao chegar à Resamb os sacos são abertos e então separados pelos colaboradores. “Temos uma equipe de 45 pessoas trabalhando aqui dentro, fora os que ficam na rua, que dá um total de 70 trabalhadores”, diz Joaquim.

“Por isso é importante que cada um pegue seu saco de lixo e separe seco do molhado, só isso. Pode até colocar um saco dentro do outro, vamos abrir e então separar o orgânico do seco”, conta Joaquim.

Além da coleta seletiva que é feita normalmente nas residências, existe a coleta orgânica que, segundo Joaquim, é realizada com um caminhão específico que junta o lixo orgânico dos restaurantes, escolas, supermercados e estabelecimentos que geram em grande proporção esse tipo de resíduo. E toda a sexta-feira acontece o Dia do Cacareco, onde são coletados sofás, armários e demais coisas que não tem mais utilidade para o dono. “Para essa demanda a pessoa deve ligar para nós e passar o endereço para realizarmos a retirada dos objetos”, explica.

SEPARE O LIXO SECO DO MOLHADO

LIXO SECO

É como o próprio termo indica, tudo que não está contaminado ou sujo com outras substâncias. É praticamente tudo aquilo que pode ser reciclado pode ser chamado de lixo seco. Ex: papeis, plásticos, metal e vidro.

LIXO MOLHADO

É tudo que não pode ser reciclável. Ex: resto de comida, papeis sujos, bituca de cigarro e fraldas descartáveis.

 

Redação por Carla Fogaça

 

Redes Sociais

Todos os direitos reservados © 2014
::::::::::::::::. Garopaba 98,3 FM .::::::::::::::::